31 de dezembro de 2010

Feliz 2011!!!

Este é o ultimo post do ano de 2010. Aproveito para agradecer a assiduidade dos leitores deste espaço e, de forma geral, todos os amigos, parceiros, entusiastas da música e fãs que sempre prestigiam meus trabalhos seja via internet, GTR ou shows ao vivo. Muito obrigado mesmo, espero contar com o apoio de vocês sempre! Um muito obrigado especial a Irina (Russia), Silvie (França), Ryoki (Japão), Felipe Raposo (EUA), Monica Fontes (RJ) e Maila (Finlândia) pela amizade e apoio incondicionais, mesmo com tamanha distância geográfica. Muito obrigado mesmo!

Fazendo um balanço rápido, 2010 foi simplesmente um ano muito especial. Tanto no campo pessoal quanto no profissional muito coisa boa aconteceu e outras foram plantadas. A certeza de estar no caminho certo me enxe de confiança, esperança e tranqüilidade. 2011 promete e tenho plena certeza das coisas boas que estão por vir.

Como acredito que as amizades são o maior tesouro que podemos conquistar nesta vida, aceitei o convite de um amigo e, meio que de ultima hora, cai para um apartamento na praia que ele tem. A vida aqui tá ruim: praia, boas companhias, champagne e papo bom. Excelente oportunidade de sair da rotina e preparar a cabeça e o coração para as novas oportunidades que surgirão com o novo ano. E é o que estou fazendo. Espero que todos vocês reservem hoje ou amanhã um reponho pra isso. Análise e reflexão são importantes ferramentas para melhorarmos como seres humanos e profissionais.

O visual que tenho neste momento é literalmente uma inspiração e espero que cada um de vocês encontre a sua própria, seja em uma pessoa, lugar, música, livro, ou quem sabe, em um post de internet.

Um 2011 lindo e cheio de realizações pra vocês!


Beijos e abraços fraternais.

24 de dezembro de 2010

Um Natal maravilhoso à todos!




São os meus sinceros votos. ;)

16 de dezembro de 2010

Guitarosofia 15

Final de ano é sempre uma loucura né? Acho incrível como, de maneira geral, temos a impressão de que os doze meses que compõem o período da volta do nosso pequeno planeta em torno do sol é a medida exata do quanto aguentamos em matéria de stress, cansaço e realização de projetos. Junto com o fim do ano, para muitos, vem o ímpeto de olhar pra trás e analisar as realizações, as frustrações, os acertos, as mancadas, enfim, um momento de reflexão que nos impele a tirar proveito da experiência e repetir ou melhorar os acertos excluindo os erros. Além disso, para os que atingiram seus objetivos (ou boa parte deles), vem a sensação de dever cumprido, o que de certa forma aumenta o anseio por alguns dias sem a frenética rotina do dia-a-dia. Outra sensação é a ansiedade pelo começo do novo ano. A curiosidade pelo que irá suceder o ano vigente. Enfim, como será o ano vindouro?

É com tudo isso em mente que posto a última aula do Guitarosofia do ano e também a derradeira do projeto. A aula 15 já está disponível no Youtube e fecha este ciclo com chave de ouro. Estive pensando ontem ao posta-la que cumpri com a minha idéia principal que era a de oferecer  material e conhecimento gratuitamente na internet. Não um material qualquer, mas algo bem produzido, com conteúdo e personalidade. Uma força pro músico iniciante, intermediário, profissional  e principalmente, para aqueles que não têm condições para pagar aulas particulares. Até o momento em que escrevo estas linhas, são quase 30 mil views apenas relativos à série. São mais de 2 horas e meia de material gratuito gravado e editado disponíveis. Não tenho nem idéia de quantas horas de trabalho pra chegar ao resultado final.  

O material da série GUITAROSOFIA disponível no youtube é gratuito e continuará sendo. Está postado e continuará lá. Porém,  tenho recebido muitos emails com pedidos das tablaturas dos exemplos. Resolvi então, botar em prática o que era a minha idéia inicial: disponibilizar para os interessados a venda de um pacote Guitarosofia, que virá com um DVD com todas as aulas em alta resolução e todos os exemplos grafados em tablatura. Ainda estou trabalhando nas transcrições, mas pretendo ter este material disponível até o início de janeiro. Divulgarei quando estiver pronto.

Não sei se algum dia darei continuidade ao projeto, é possível que sim, mas no momento não tenho previsão para isso. Com certeza isso não acontecerá em 2011, pois tenho outras prioridades. Peço, a quem curte a série, que avaliem os videos com thumbs up, comentem, adicionem aos seus favoritos, indiquem aos amigos, enfim, ajudem a divulgar o material. É uma forma de manter viva a idéia do projeto e tambem de estímular o estudo deste maravilhoso intrumento que tanto amamos.

Grande abraço a todos!


2 de dezembro de 2010

GTR Fecha parceria inédita com PRS GUITARS



No ano de 2011 o GTR completará 15 anos de história. São 15 anos de dedicação, profissionalismo e trabalho para a concretização de um sonho: o de levar o ensino da música sempre ao próximo nível.
A comemoração dos 15 anos ocorrerá durante todo o ano de 2011 e será marcada por uma série de ações que visam ora divulgar, ora melhorar ainda mais o processo de ensino e a estrutura da escola.
Como ponta pé inicial dessas ações, o GTR acaba de fechar uma parceria inédita no Brasil e provavelmente em nível mundial. A escola investiu em 15 guitarras PRS que serão usadas em sala de aula pelos alunos. É isso mesmo, todas as salas de aula das duas unidades GTR serão equipadas com guitarras PRS.
Para quem não sabe, essas guitarras são reconhecidas mundialmente pela sua qualidade de acabamento e sonoridade. É sonho de consumo para muitos e tem em seu cast  artistas como Santana, Al Di Meola, Dave Navarro e Orianthi dentre muitos outros. Tal investimento visa manter a política de oferecer ao aluno o melhor ambiente possível para que ele possa desenvolver ao máximo o seu talento, musicalidade e expressividade artística.

Venha conferir!

www.gtr.com.br

23 de novembro de 2010

Workshop com Marcelo Barbosa no RJ

Neste final de ano estarei participando de um evento muito bacana no Rio de Janeiro. É o evento de encerramento do ano letivo de 2010 da escola Música Moderna, que tem como fundador e proprietário o meu amigo Alex Martinho. Além do meu workshop estarão participando do evento o próprio Alex e todos os professores da escola. A galera toca demais e tenho certeza que vai ser uma grande curtição. Espero vocês por lá, ok?

Abaixo as infos do evento e um video-convite.



19 de novembro de 2010

Marcelo Barbosa ao vivo na Expomusic 2010 (Santo Angelo)

A Santo Angelo, fabricante de cabos da qual sou endorser, esteve presente na Expomusic 2010 com um stand muito bacana. Como se isso não bastasse, havia um auditório para workshops e todos eles foram gravados em audio e video profissionalmente. Recebi hoje um de meus videos e fiquei muito feliz com o resultado.

Espero que gostem.

Beijos e abraços!



30 de outubro de 2010

Guitarosofia 14 - Partes 1 e 2

Ok, amanhã estou indo pra América do Norte de novo, dessa vez pra descansar, curtir a companhia de amigos e conhecer uma cidade que apesar de manjada ainda não tive a oportunidade de ir. Miami.

Tenho trabalhado muito no material didático do GTR e em composições para alguns projetos dos quais faço parte, mas não poderia sair do Brasil sem deixar mais um episódio da série Guitarosofia. Mais uma vez, devido ao tamanho maior de 10 min (ainda não sei como fazer pro Youtube aceitar videos maiores do que isso), tive que dividir a aula em duas partes. Postarei as duas de uma vez.

Espero que gostem!





20 de outubro de 2010

Cinema

Alguns já devem saber que sou um viciado em cinema. Todavia, ultimamente tem sido difícil manter esse meu vício por falta de tempo. Nos últimos dias consegui assistir dois filmes que já estavam em minha lista. Tropa De Elite II e Wall Street.


Eu sou fã do Tropa de Elite I e agostei ainda mais do II. E o Wall Street é um excelente filme que com certeza indico à todos. Os dois filmes têm uma coisa em comum: me deixaram com uma forte sensação de impotência. Fica claro que o problema todo não está no sistema, no governo, nos grandes impérios etc... Está no ser humano. O famoso "cero mano". Se as pessoas não mudarem (incluindo eu e você), qualquer medida será paleativa. Não há muito o que fazer pra realmente resolver os grandes problemas da sociedade. O problema tá dentro da gente. Está na ganância, na falta de valores, de educação, de cultura e escúpulos.

Sei também que tais medidas paleativas são necessárias enquanto não evoluimos, para que possamos sobreviver a toda essa loucura e imoralidade que nos cerca. Mas seria bem bom se todos tivéssemos claro que isso é paleativo e que o bicho homem SEMPRE dá um jeito de fazer merda de de novo, desde que ganhe algo com isso, não importando as consequências.

30 de setembro de 2010

Twitter do Khallice

Agora a banda Khallice também tem um Twitter oficial. O design ficou por conta do meu grande parceiro Carlos Fides, da Artside. Não deixe de seguir, assim vocês estarão sempre recebendo as atualizações e novidades. Vejo vocês por lá!

www.twitter.com/khallice

14 de setembro de 2010

Ex-alunos e professores do GTR se classificam para finais de concursos nacionais.

A exemplo do excelente desempenho de outros ex-alunos e professores do GTR como Lucas Fagundes (NIG, Souza Lima), Bruno Albuquerque (NIG, Tagima Dream Team), Ian Lucena (NIG) e Rodrigo Fernandez (promoção Kiko Loureiro/D'Addario ) este ano mais uma vez, ex-alunos e professores do GTR se classificaram para a final de dois dos mais importantes concursos de guitarra já realizados no Brasil. Dimas Andrade é finalista do concurso Double Vision e concorre com outros 7 finalistas escolhidos entre mais de 500 inscritos. Já no concurso Tagima Dream Team 2010, além do Dimas Andrade temos também na final o professor Ian Lucena. Ambos foram alunos e atualmente lecionam no GTR

Além dos finalistas, o concurso Double Vision fez algumas menções honrosas à participantes que por pouco não se classificaram para a grande final do e neste grupo destacaram-se mais dois ex-alunos/professores: Alex Pires e Rodrigo Fernandez.

O GTR através de seus alunos, tem se destacado nos últimos anos em praticamente todos os concursos de guitarra de nível nacional. Esta é uma prova irrefutável do talento, seriedade e dedicação de todos que formam esta grande família que é o GTR instituto de Guitarra.

Obrigado a todos os nossos alunos, amigos e parceiros e boa sorte para os nossos novos talentos!

Marcelo Barbosa


Tenho o orgulho de ter tido pessoalmente, em minha sala de aula, todos esses e muitos outros grandes guitarristas. Me alegra muito fazer parte do processo de aprendizado musical de cada um deles. Tenho certeza que isso é apenas o começo.

Segue uma canja dos pequenos gafanhotos:

Dimas Andrade




Alex Pires




Rodrigo fernandez




Ian Lucena (Bemolator)




Vocês me matam de orgulho!!!!!!!! kkkkkkkkk

13 de setembro de 2010

Expomusic 2010 - Horários Marcelo Barbosa

Na semana que vem estarei participando mais uma vez da Expomusic. Essa de 2010 deve ser a nona ou décima edição que participo sem faltar uma sequer. É sempre uma excelente portunidade de reencontrar amigos, saber das novidades do mercado e estar em contato com os fãs. Acredito que alguma coisa ainda mude (como de costume), mas inicialmente, meus horários em SP serão os seguintes:

19/09 Dom - Tagima Dream Team - 18:40 às 19:20
20/09 Seg - Final do Concurso Double Vision (Estarei fazendo parte do corpo de jurados) 
23/09 Qui - EXPOMUSIC - Workshop Tagima - 15:30 às 16:15
24/09 Sex - EXPOMUSIC - Workshop NIG - 14:00 às 15:00
24/09 Sex - EXPOMUSIC - Workshop Santo Angelo - 16:00 às 16:30
24/09 Sex - EXPOMUSIC - Workshop Tagima - 17:45 às 18:30
25/09 Sáb - EXPOMUSIC - Workshop Tagima - 17:00 às 17:45
26/09 Dom - EXPOMUSIC - Workshop Tagima - 15:30 às 16:15
26/09 Dom - EXPOMUSIC - Workshop NIG - 17:00 às 18:00
 
 

4 de setembro de 2010

Zero10 Dose Dupla!

Neste fim de semana prolongado teremos dose dupla de Zero10 no UK Brasil. Além do tradicional show de sábado (hoje), que há quase seis anos bomba indiscutivelmente, tocaremos também na segunda-feira, véspera de feriado.

Apareçam!

3 de setembro de 2010

Cool Things 44

Neste ano, o palco de rock pesado do consagradíssimo Festival Porão do Rock (Brasília) se chama PALCO GTR. O evento acontecerá dia 11 de setembro e você pode conferir as atrações aqui: 

http://www.poraodorock.com.br/2010/

Estamos distribuindo gratuitamente os ingressos no GTR. É passar e pegar. ;)

30 de agosto de 2010

Guitarras novas à venda.

Fala galera!

Tô com alguns instrumentos muito bons e com preços excelentes aqui no GTR pra vender. Coisa fina. (Fora os instrumentos mais básicos que também temos aqui.) Por este motivo estou postando as crianças por aqui. Claro que meus amigos pessoas têm condições especiais. Basta entrar em contato, ok? Gostaria de pedir pra vocês passarem este link também para as pessoas das listas de vocês que possívelmente teriam algum interesse ok?

Grande abraço à todos!



N.Zaganin - Serj 10 Anos HSS

Corpo: Ash
Braço: Maple
Escala: Rosewood escalopada a partir do 12 traste nas cordas primas
Trastes: 24 Dunlop 6100
Marcação escala: Dots em abalone
Captador Braço: Tele Single N.Zaganin Vintage
Captador Meio: Tele Single N.Zaganin Vintage
Captador Ponte: Trembucker JB Seymour Duncan
Controles: 1 volume, 1 chave de 5 posições, 1 chave split trembucker
Ponte: Floyd Rose Gotoh
Tarraxas: Gotoh blindadas SGM 05
Cor: Preto translúcido

Preço: R$5600




N.Zaganin - Supreme ST Blonde R ( Tone Chambers )
Corpo: Ash com Tone Chambers
Top: Ash
Braço: Birdseye maple
Escala: Rosewood
Trastes: 22 dunlop 6100
Marcação escala: dots em maple
Captador Braço: Seymour Duncan SSL-2
Captador Meio: Seymour Duncan SSL-2
Captador Ponte: Seymour Duncan SSL-2
Controles: 1 volume, 1 tonalidade, 1 blend ( mistura os pickups da ponte e do braço ), 1 chave
de 5 posições
Ponte: VG 300 Wilkinson by Gotoh
Tarraxas: Sperzel com trava
Cor: Blonde

Preço: R$5600




N. Zaganin - Spice ST Sunburst 2 Tons ( Tone Chambers )
Corpo: Freijó com Tone Chambers
Top: Freijó
Braço: maple em 1 peça
Escala: maple
Trastes: 22 dunlop 6100
Marcação escala: dots pretos
Captador Braço: Seymour Duncan SSL-2
Captador Meio: Seymour Duncan SSL-2
Captador Ponte: Seymour Duncan SSL-2
Controles: 1 volume, 1 tonalidade, 1 blend ( mistura os pickups da ponte e do braço ) 1 chave
de 5 posições
Ponte: VG 300 Wilkinson by Gotoh
Tarraxas: Sperzel com trava
Cor: Sunburst 2 tons

Preço: R$4600





N. Zaganin - TL Custom

Corpo: cedro
Tampo: flamed maple
Cor: roxo translúcido
Friso: ivory
Braço: maple 1 peça
Escala: rosewood com dots em abalone, trastes dunlop 6100
Captação ponte: Seymour Duncan Little 59 Tele
Braço: Captador N.Zaganin
Escudo: acrílico
Ponte: gotoh 6 saddles
Tarraxas: planet waves
Controles: 1 volume, 1 tonalidade, chave de 3 posições

Preço: R$4500



Tagima MB 1 - (Marcelo Barbosa Signature Model)
Corpo: Cedro
Braço: Marfim
Escala: Rosewood 24 trastes com marcação em abalone
Lock Nut (trava): 43mm
Captadores: 1 '59 Model (braço),1 SSL-1 (meio), 1 JB (ponte) da Seymour Duncan
Controles: Chave de 5 posições, 1 controle de volume, 1 de tonalidade
Ponte: Floyd Rose System Gotoh cromada
Tarraxas: Cromadas e blindadas Gotoh
Cores:  Sunburst
Escudo: Preto, captadores preta e botões cromados
*Acompanha case Tweed vintage

Preço: R$3300




Music Man - Jphn Petrucci 6 (Com Piezo)
Colour: Mystic Dream
Size: 12-1/2" wide, 1-3/4" thick, 37" long (31.8 cm wide, 4.5 cm thick, 94.0 cm long)Weight: 7 lbs, 4 oz (3.29 kg) - varies slightly
Body Wood: Basswood
Body Finish: High gloss polyester
Bridge: Standard - Custom John Petrucci Music Man® floating tremolo of chrome plated, hardened steel with piezo bridge with solid steel saddles
Headstock Size: Only 5-7/8" (14.9 cm) long
Frets: 24 - High profile, wide
Neck Wood: Select maple neck
Fingerboard: Rosewood
Tuning Machines: Schaller M6-IND locking with pearl buttons
Electronic Shielding: Graphite acrylic resin coated body cavity and aluminum lined control cover
Controls: 500kohm volume and tone - .022µF tone capacitor
Switching: 3-way toggle pickup selector, with custom center position configuration 3-way toggle piezo/magnetic selector (when applicable)
Pickups: HH - Neck: DiMarzio LiquiFire, Bridge: DiMarzio Crunch Lab

Preço: R$8000

24 de agosto de 2010

Guitarosofia 13 - Parte 2

Fala galera da guitarra!

Segue a segunda parte da aula 13. Divirtam-se!

22 de agosto de 2010

Letras 51

"...O êxito é benéfico, se for merecido; exalta a personalidade, estimula-a. Possui outra virtude: desterra a inveja, veneno incurável dos espíritos medíocres. Triunfar a tempo merecidamente é o orvalho mais favorável para qualquer germe de superioridade moral. O triunfo é um bálsamo dos sentimentos, uma lixa eficaz contra a asperezas do caráter. O êxito é o melhor lubrificante do coração; o fracasso é seu corrosivo mais dolorido."

"...A popularidade ou a fama costumam dar transitoriamente a ilusão da glória. São falsas e baratas, extensas mas não profundas, esplendorosas mas fugazes. São mais do que o simples êxito, acessível ao comum dos mortais; mas são menos que a glória, reservada exclusivamente aos homens superiores. São ouro falso, pedra falsa, luz de artifício. Manifestações diretas do entusiasmo coletivo e, por isso mesmo, inferiores: aplauso de multidão, com algo de frenesi incosciente e comunicativo. A glória  dos pensadores, filósofos e artistas que traduzem a sua genialidade mediante a palavra escrita, é lenta, mas estável;seus admiradores estão dispersos e não aplaudem isoladamente. No teatro e na assembléia a admiração é rápida e barata, emnbora ilusória; os ouvintes se sugestionam reciprocamente, somam seu entusiasmo e explodem em aplausos. Por isso qualquer bobo da ocasião pode conhecer o triumfo mais de perto que Aristóteles ou Spinoza; a intensidade, que é o êxito, está em razão inversa da duração, que é a glória. Esses aspectos caricaturescos da celebridade dependem de uma aptidão secundária do autor ou de um estado acidental da mentalidade coletiva. Quando decresce a aptidão ou a circunstância não é favorável, voltam à sombra e assistem em vida seus próprios funerais."

"... Compartilhando as ruínas e as fraquezas da mediocridade do meio, é fácil transformar-se em arquétipos da massa e ser famosos entre seus semelhantes, mas quem assim ascende, morre com eles. Os gênios, os santos e os heróis se negam a escravizar-se ao presente. Com a proa dirigida para um ideal remoto, querem ser mestres na hostória.
     A intergridade moral e a excelência de caráter são virtudes que não vicejam nos ambientes inferiores, mais acessíveis ao apetite do medíocre do que do digno altivo: neles mora o êxito falaz. A glória nunca coroa de louros a cabeça daquele que se complicou nas ruínas de seu tempo; frequentemente tardia, às vezes póstuma, embora sempre segura, costuma ornar a cabeça dos que olharam o futuro e serviram a um ideal, praticando o lema que foi a nobre divisa de Rousseau: vitam impendere vero."

O HOMEM MEDÍOCRE - José Ingenieros


Em tempos de celebridades instântaneas (fabricadas pela grande mídia) , totalmente despreparadas e sem uma história que torne digna a sua notoriedade, acho que alguns trechos deste livro, como os postados acima, deveriam fazer parte da leitura obrigatória de todos. Se houvesse algum nível de entendimento ou de consciência (o que acho improvável) correríamos o risco de um suicídio coletivo de grande parte do que vemos por aí na TV e em outras mídias.

O interessante é que esse livro foi escrito originalmente em 1910, cem anos depois, continua super atual.
Maravilha de leitura. ;)

Bom final de domingo.

20 de agosto de 2010

Coluna na Revista Plano Brasília

Saí numa pequena coluna da revista candanga Plano brasília. Nada a ver com música e sim com uma outra paixão minha.

Soloing with chromatics

18 de agosto de 2010

Imagens 20

Recebi esta maravilha ontem pelo Facebook da talentosíssima Almira Marganova.
Fiquei impressionado com a riqueza dos detalhes e com a sutileza dos traços e obviamente me senti muito honrado com a homenagem.

Obrigado de novo Almira e parabéns pelo talento!

17 de agosto de 2010

Letras 50

Encontrei essa seleção pronta. Foi feita por outra pessoa, mas achei tão boa que postarei aqui do jeito que tava lá.

Abraços!

"Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas." - Friedrich Nietzsche

"Lamentar uma dor passada, no presente, é criar outra dor e sofrer novamente." - Willian Shakespeare
...
"Não vemos as coisas como elas são, vemos as coisas como somos." - Anaiis Nin

"Você pode dizer adeus a sua família e a seus amigos e afastar-se milhas e milhas e, ao mesmo tempo, carregá-los em seu coração, em sua mente, em seu estômago, pois você não apenas vive no mundo, mas o mundo vive em você." - Frederick Buechne

12 de agosto de 2010

Materia no Synergia - Marreco's Fest

Já saiu tem um tempo, mas eu havia esquecido de postar aqui.

9 de agosto de 2010

Imagens 19

Eu e uma grande referência da guitarra mundial. Ah... e esse aí à minha direita é o Vinnie Moore. ; )

6 de agosto de 2010

Guitarosofia 13

Depois de algum tempo sem postar videos da série GUITAROSOFIA estou aqui para apresentar mais um inédito. Para os estudantes e curiosos mais "afoitos", que estão sempre perguntando pelo próximo video, informo que tenho quatro já prontos para serem postados e que aos poucos irei upando eles no Youtube.

Esta aula de número 13 é dividida em duas partes. Não consegui cobrir todo o assunto em dez minutos. Aliás, alguém sabe me informar se o limite de dez minutos para videos no youtube não existe mais? Andei vendo uns videos com duração maior que isso por lá...

Ajudem a divulgar o GUITAROSOFIA, ok? Como? Inscrevam-se em meu canal, favotirem os videos, indique a seus amigos, cliquem no botão Thumb Up. Não custa nada para quem assiste e ajuda a divulgar a série.

Espero que gostem! Abraços!

3 de agosto de 2010

De baterias recarregadas!

Sei que tenho sido um blogueiro bem ausente mas tenho boas justificativas. No final do semestre passado acumularam-se diversas tarefs, dentre elas: turnê do Almah, reposição de aulas por causa da tour, cinco dias de audições dos alunos do GTR, fora tudo que já faço normalmente. Resumindo, fiquei sem tempo e também muito cansado. Por isso aproveitei o meu pequeno recesso de uma semana do GTR pra sair um pouco da rotina e conhecer alguns lugares que ainda nãohavia visitado.

Voltei mais negão e com a mente descansada. Devidamente preparado para o segundo semestre de 2010.
Em breve muitas novidades, ok?

Stay tuned!


Bom ter meu próprio avião... rs  (Notem o GTR na asa)

20 de julho de 2010

Feliz dia do Amigo a todos vocês!

Em 2006 postei aqui um texto do Oscar Wilde que tem tudo a ver comigo.(http://marcelogtr.blogspot.com/2006/11/letras-6.html)  Hoje, ao recebê-lo por email devido ao dia do amigo, resolvi aproveitar a oportunidade e publica-lo aqui de novo.

Feliz dia do amigo, especialmente para os MEUS amigos. Vocês sabem quem são. ;)  

"Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco.

Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto não sabe sofrer junto.

Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.

Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou.

Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que normalidade é uma ilusão imbecil e estéril.''

Oscar Wilde     

19 de julho de 2010

Trilha Sonora

Lines In The Sand

(John Petrucci) 

 

Sometimes, for a moment of bliss
And the passion, we're craving
There's a message we miss
Sometimes when, the spirits left alone
We must believe in something
To find if we've grown

Tragic reflex, shattered calm
Static progress, senses gone
Numb awareness, final salm

Swept away with the tide
(Swept away with the tide)
Through the holes in my hands
(Through the holes in my hands)
Crown of thorns at my side
(Crown of thorns at my side, yeah, yeah, yeah)
Drawing lines in the sand

Sometimes, if you're perfectly still
You can hear the virgin weeping
For the savior of your will
Sometimes, your castles in the air
And the fantasies you're seeking
Are the crosses you bear

Sacred conflict, blessed prize
Weeping crosses, stainless eyes
Desperate addict, faith disguised

Swept away with the tide
(Swept away with the tide)
Through the holes in my hands
(Through the holes in my hands, yeah)
Crown of thorns at my side
(Crown of thorns at my side)
Drawing lines in the sand

We fabricate our demons
Invite them into our homes
Have supper with the aliens
And fight the war alone
We conjure up our skeletons
Enlist the den of thieves
Frightened from our closets
Then sewn upon our sleeves

In the stream of consciousness
There is a river crying
Living comes much easier
Once we admit
We're dying

Sometimes, in the wreckage of our wake
There's a bitterness we harbor
And hate for hatred's sake
Sometimes we dig an early grave
And crucify our instincts
For the hope we couldn't save

Sometimes a view from sinless eyes
Centers our perspective
And pacifies our cries
Sometimes the anguish we survive
And the mysteries we nurture
Are the fabrics of our lives

Swept away with the tide
(Swept away with the tide, yeah)
Through the holes in my hands
(Through the holes, holes in my hands)
Crown of thorns at my side
(Crown of thorns in my side)
Drawing lines in the sand

18 de julho de 2010

Letras 49

" III. O CARATER IDEALISTA

Nem dante conseguiria elevar Gil Blas, Sancho e Tartufo ao ponto mais alto do paraíso onde moram Cyrano, Quixote e Stockmann. São dois mundos morais, duas raças, dois temperamentos: Sombras e Homens. Seres desiguais não podem pensar da mesma maneira. Sempre haverá um contraste evidente entre o servilismo e a dignidade, a mediocridade e o gênio, a hipocrisia e a virtude. A imaginação dotará alguns de impulso original para o perfeito; a imitação organizará em outros os hábitos coletivos. Sempre haverá, por força, idealistas e medíocres.

O aperfeiçoamento humano se realiza em ritmo diferente nas sociedades e nos indivíduos. A maioria possui uma experiência subordinada ao passado: rotinas, preconceitos, domesticidade. Os poucos eleitos não variam: ao contrário de Anteu, que ganhava um novo ânimo quando tocava o céu, aqueles recobram-no ao fixar o olhar nas constelações distantes e aparentemente inacessíveis. Esses homens, que buscam a perfeição e estão predispostos a se emanciparem de seu rebanho, são os "idealistas". A unidade do gênero não depende do conteúdo intrínseco de seus ideais, mas de seu caráter: é idealista aquele que persegue as quimeras mais contraditórias, desde que elas impliquem em exaltação. Os espíritos iluminados por algum ideal são adversários da mediocridade: sonhadores contra os utilitário, entusiastas contra os apáticos, generosos contra os calculistas, indisciplinados contras os dogmáticos. É alguém ou algo contra os que não são ninguém nem nada. Todo idealista é um homem qualitativo: possui o sentido das diferenças que lhe permitem distinguir entre o mau que observa e o melhor que imagina. Os homens sem ideais são quantitativos: podem apreciar o mais e o menos, mas nunca distinquem o melhor do pior."

O Homem Medíocre - José Ingenieros

15 de julho de 2010

TPM

Recebi hoje pelo orkut e adorei! kkkkkkkk


13 de julho de 2010

Zero10 no dia mundial do Rock!

Hoje é o dia mundial do Rock e tem Zero10 na Livraria Cultura do casa Park às 20 horas. De graça! Vejo vocês lá!

6 de julho de 2010

Letras 48

“Eles são rotineiros, mansos; pensam com a cabeça dos outros; compartilham a hipocrisia moral alheia e ajustam seu caráter às domesticidades convencionais. Estão fora de sua órbita a inventiva, a virtude e a dignidade, privilégios dos caracteres excelentes, que os fazem sofrer e deles desdenham. São cegos para as auroras; ignoram a quimera do artista, o sonho do sábio e a paixão do apóstolo. Condenados a vegetar, não suspeitam que existe o infinito além de seus horizontes. O horror do desconhecido os ata a mil preconceitos, tornando-os temerosos e indecisos; nada atiça a sua curiosidade. Não vivem para si, mas para o fantasma que projetam na opinião de seus similares”.
José Engenieros

“Tenho mais medo da mediocridade do que da morte”
Robert Louis Fosse

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca”.
Apocalipse 3.15 e 16

“A mediocridade em tudo é uma garantia e penhor de segurança e tranquilidade”
Mariano José Pereira da Fonseca

“Quando se agrupam (os medíocres), são perigosos. A força do número supre a fraqueza individual. Unem-se aos milhares para oprimir quem não acha importante acorrentar sua mente aos elos da rotina. Subtraídos da curiosidade do sábio pela couraça de sua insignificância, fortificam-se na coesão do total. Por isso, a mediocridade é moralmente perigosa e seu conjunto nocivo em certos momentos: quando reina o clima de mediocridade”.
José Engenieros

“Anda com os sábios e serás sábio”
Salomão

"Ele (o medíocre) não tem POSICIONAMENTO PRÓPRIO. Esse indivíduo está sempre em cima do muro e se deixa moldar com grande facilidade"

"Ele tem uma PERFORMANCE PÍFIA ao longo de toda a sua carreira. Ele nunca é capaz de desenvolver trabalhos originais, inusitados e apresentar resultados excepcionais para sua organização e seus superiores. E, mais ainda, ele nunca é capaz de se elevar acima de seus colegas de trabalho. Ele é semelhante àquele último indivíduo da Parábola dos Talentos contada por Cristo, que ao receber um talento, escondeu-o na terra com medo dos ladrões. Tempos depois, quando o seu senhor voltou e pediu para que ele lhe prestasse contas da cota recebida, disse: “Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhastes; E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabes que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei; Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros, e, quando eu viesse, receberia o meu com juros. Tirai-lhe pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos. Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado”."
S.Mateus 25.14 a 30.

E o bom e velho Mito da Caverna, de Platão

"Imagine um grupo de homens vivendo em uma caverna, com uma entrada de luz que se estende por todo o seu comprimento, na qual eles tenham vivido desde o nascimento, acorrentados pelo pescoço e pelas pernas de modo que só possam olhar para a frente. Imagine também um fogo ardendo acima e atrás destes prisioneiros, com uma estrada passando entre este fogo e a caverna, com uma mureta baixa em sua extensão, como aquela que os feiticeiros colocam na frente de suas platéias, sobre a qual são expostas suas maravilhas.
Imagine também pessoas caminhando atrás desta mureta, carregando toda sorte de estátuas de homens e animais, de vários materiais, além de outros artigos. Alguns transeuntes conversam enquanto passam, outros passam em silêncio.

Os prisioneiros se parecem conosco, eu afirmo. Deixe-me perguntar primeiro: estas pessoas confinadas poderiam ver qualquer outra coisa além das sombras projetadas pelo fogo? Certamente que não, já que suas cabeças estariam imobilizadas. Seu conhecimento sobre as coisas que passam não seria então igualmente limitado? Sem dúvida que sim. Se pudessem conversar uns com os outros, não dariam eles nomes aos objetos que passam? Certamente.

Estas pessoas entenderiam serem aquelas sombras a única realidade.

Agora vamos supor que um dos prisioneiros seja libertado e forçado a se levantar e caminhar em direção à luz. Em um primeiro momento, o esplendor da claridade não o deixaria discernir os objetos daqueles que costumava ver na escuridão. Se interrogado, não diria ele que as sombras ainda seriam mais reais que estes objetos que castigam seus olhos?

Mas aos poucos, ele poderia ir se acostumando àquele ambiente. No início veria sombras, depois o reflexo de homens nas águas, até que pudesse ver a realidade e mesmos os corpos celestes. Quando este homem se lembrasse de seus antigos companheiros na caverna, não sentiria ele pena de sua ignorância? Certamente.
Agora considere o que ocorreria se este homem voltasse à caverna. Ficaria novamente cego por causa da terrível escuridão. Ele teria que tatear no escuro, e os outros prisioneiros o tomariam como um tolo, ririam de sua cegueira e insensatez em sair da caverna apenas para ter sua visão destruída. Caso este homem tentasse convencer seus colegas a segui-lo para fora da caverna, certamente seria morto, caso os prisioneiros para isso tivessem o poder."

Lembro-me agora de uma conversa que tive com um grande amigo, a quem muito admiro. Em determinado momento, perante a um sincero elogio ele lançou:
"Marcelo, não me acho campeão em nada não. O problema é que a grande maioria não é nem vice.!! kkkkkkkkkk


Tenho tanto a dizer sobre isso com minhas próprias palavras. Mas vai ficar pra próxima oportunidade. Aula daqui à pouco. Abraços!

28 de junho de 2010

Tributo à DIO

Galera, nesta quinta feira, dia 1 de julho, estarei tocando mais uma vez com a galero do Khallice em Goiânia.

O show será um tributo à DIO e o local do show será o tradicional Bolshoi Pub.

Além disso, terei os rotineiros shows da Zero10 sexta e sábado aqui em Brasília, respectivamente no Garota Carioca e UK Brasil Pub!

Apareçam, ok?!

27 de junho de 2010

Sir Ken Robinson: Bring on the learning revolution!

Não poderia deixar de postar. Simplesmente emocionante.

Sempre achei o sistema de ensino vigente totalmente ineficiente e podador. Tenho conversas que duram horas sobre este assunto com amigos, principalmente os que tem filhos. Vi esse video em um blog e acabei assistindo o outro do mesmo cara.
 
"Had I the heavens' embroidered cloths,
Enwrought with gold and silver light,
The blue and the dim and the dark clothes
of night and light and the half-light,
I would spread the clothes under your feet:
But I, being poor, have only my dreams;
I have spread my dreams under your feet;
Tread softly because you tread on my dreams."

And everyday, everywhere,our children spread their dreams beneath our feet. And we should tread softly.








21 de junho de 2010

Almah nos 'tops' da HMR

Acabo de receber este maravilhoso email do Julian H. Dias Rodrigues.

Bom pra começar bem a semana!
P.S A rádio é essa AQUI

Meus caros...

graças ao grande som feito pelo ALmah e por alguns fanáticos usuarios do site 'Heavy Metal Radio' (dentre eles eu), a maior rádio online de heavy metal do mundo, as músicas Torn e Golden Empire estão nos tops da semana e dos ultimos 30 dias, em numero de pedidos (vejam a imagem anexa).

Parabens caras... que venha o 3º album. Vocês tem muito talento e as composições são ótimas.

Repassem esse e-mail ao Edu e ao restante da banda.

Abraços,
--
Julian Henrique Dias Rodrigues 


 

20 de junho de 2010

18 de junho de 2010

R.I.P Saramago

:(

Serás sempre mago.

9 de junho de 2010

Almah e Khallice em Goiania!

 Bolshoi Pub!

http://www.bolshoipub.com.br/
 
Endereço
Rua T-53/T-2, n 1140, Setor Bueno
Goiânia GO, CEP 74215-150
Telefones
(62) 3285 - 6185
(62) 3274 - 1309

31 de maio de 2010

27 de maio de 2010

Letras 47

"Conta-me o teu passado e saberei o teu futuro."
Confúcio

"O melhor uso da vida consiste em gastá-la por alguma coisa que dure mais que a própria vida."
William James

"Nada há de mais perigoso do que um amigo ignorante; Mais vale um sábio inimigo."
Jean de La Fontaine

"Pouco importam as notas na música, o que conta são as sensações produzidas por elas."
Leonid Pervomaisky

"O que não sabe é um ignorante, mas o que sabe e não diz nada é um criminoso."
Bertolt Brecht

"O verdadeiro professor defende os seus alunos contra a sua própria influência."
Amos Alcott

"Corte sua própria lenha. Assim, ela aquecerá você duas vezes."
Henry Ford

24 de maio de 2010

Convite/Homenagem Concurso Cultural Double Vision DVD - Jurado Marcelo Barbosa

Guitarosofia 12

Alguém aí tava com saudades? ;)

22 de maio de 2010

Bate Papo 13

Moreno: Era uma vez um meteoro que salvou a gente.

Mãe: O que Moreno?

Moreno: ERA UMA VEZ UM METEORO QUE SALVOU A GENTE!

Mãe: Como assim?

Moreno: Não foi um meteoro que matou os dinossauros?

Mãe: Acredita-se que sim...

Moreno: Então, se eles não tivessem morrido nós não estaríamos aqui agora.

Apesar de contestável, o raciocínio é lógico. Rs...

17 de maio de 2010

R.I.P Dio

É muito triste a sensação de finitude que chega junto com a morte de uma pessoa. No caso de pessoas mundialmente conhecidas, este sentimento é ainda mais forte, pois se assemelha ao da perda de um ente querido. Felizmente, no caso do Dio, a sua maravilhosa obra o tornou imortal e, basta apenas ouvir a um de seus clássicos de qualquer uma de suas bandas para ter certeza de que o seu legado perdurará, estando ele presente fisicamente ou não. Descanse em paz Ronnie James Dio.

Vinnie Moore em Brasília!

O GTR está trazendo mais uma referência mundial da guitarra pra Brasília! Não percam!



FROGFINGERZ - ALMAH - ALL I AM - SOLO

Outro dia recebi pelo Facebook este video do guitarrista francês Frédéric Doré tocando com maestria o meu solo de All I am. Fiquei feliz de ve-lo executar com tanta propriedade um solo gravado aqui do outro lado do planeta.

Parabéns mais uma vez mano!

13 de maio de 2010

Concentração!

Me preparando física e mentalmente  para os próximos 45 dias.

Além dos usuais 2 ou 3 shows por semana e das quase 30 aulas semanais:

4 Shows com o Almah
1 com o Khallice
5 dias de audições de alunos do GTR
Copa do mundo

E outras cositas mais...

5 de maio de 2010

ALMAH - Novas datas confirmadas!

Almah - Varginha/MG - 12/06/2010
Fragile Equality
Local: Roça N’ Roll Festival
Artistas: Almah e outros
Horário: 20h00
Ingressos: Não Disponível
Informações: info@rocainroll.com
Almah - Belo Horizonte/MG - 13/06/2010
Fragile Equality
Local: Hard Rock Café
Artistas: Almah e outros
Horário: 17h00
Ingressos: R$ 25,00; R$ 30,00 e R$ 35,00
Informações: 31 9891-9718
Almah - Goiânia/GO - 17/06/2010
Fragile Equality
Local: Bolshoi Pub
Artistas: Almah e Khallice
Horário: 21h00
Ingressos: R$ 30,00
Informações: (62) 3274 - 1309
Almah - Brasília/DF - 19/06/2010
Fragile Equality
Local: Marreco's Fest
Artistas: Almah e outros
Horário: 20h00
Ingressos: Não Disponível
Informações: marrecosfest@gmail.com

Imagens 18

Nada a declarar...

3 de maio de 2010

Nova entrevista!!!

Confira aqui a minha entrevista no Guitar Tech.

Ou simplesmente leia aqui. rs...



1-) Recentemente o Khallice abriu para a lendária banda Guns n´Roses, conte um pouco para nós como foi essa abertura?



O Guns sempre foi uma banda que fez parte da minha vida como da vida da maioria das pessoas nascidas na década de 70, que por conseguencia, viveram sua adolescencia justamente no momento em que a banda se encontrava em seu auge de sucesso. O Khallice tem mais de uma década de existência e durante este período já dividimos palco com alguns grandes nomes da música mundial dentre eles Dr. Sin, Angra, Evergrey, Alanis, Simply Red e Dream Theater. Acredito piamente que os acontecimentos seguem um caminho, uma trilha e que se você consegue enxergar isso e se mantém firme em suas verdades e em sua busca coincidencias ou casualidades se tornam mais uma relação de causa e efeito do que qualquer outra coisa. O Netto (vocalista da banda) chegou a comentar comigo quando soubemos que teríamos GNR em Brasília o quanto ele gostaria de tocar neste show e na época lembro-me de ter pensado: Quem sabe... O fato é que algumas semanas antes do evento recebi um telefonema em minha escola. Não costumo atender a telefonemas enquanto estou dando aula mas o meu secretário me informou que era importante e que havia alguém querendo que nós abríssemos o show do Guns. Ainda meio incrédulo atendi ao fone e era um conhecido meu perguntando se tínhamos interesse em fazer a abertura. Eu respondi obviamente que sim e ele disse que faria a indicação já que havia sido sondado à respeito e disse ainda que em sua opinião a banda "certa" para tocar no evento éramos nós. Mais tarde ainda no mesmo dia recebi um email dele dizendo que havia enviado o nosso material e que agora dependia da produção do Guns aprovar a banda. As semanas passaram e como ninguém entrou em contato eu estava praticamente certo de que não aconteceria. Tive a impressão que como tocamos um Prog Metal até certo ponto bem diferente do som do Guns a produção poderia ter vetado a nossa participação. Guardei em segredo comigo a sondagem e foi muito difícil não compartilhar isso com os outros membros da banda, mas eu não queria causar uma ansiedade desnecessária. Exatamente dois dias antes do evento recebi um telefonema confirmando a nossa participação. Definimos os detalhes e fechamos o contrato.

O show em si foi maravilhoso. Já havíamos tocado pra públicos superiores a 20 mil pessoas em festivais como BMF e Porão do Rock, mas aquela estrutura de som palco e luz eram inéditas para nós. Coincidentemente eu já havia falado com o Bumblefoot (guitarrista do Guns) a quem já conhecia à uns dois anos mas há muito não tinha contato e ele foi à nossa passagem de som. Ficamos a tarde toda papeando, tocando guitarra e vendo o equipamento usado por eles no GNR. Entramos às 20:30 e tocamos por volta de 40 minutos. Fomos MUITO bem recebidos pela plateia que curtiu imensamente todas as músicas de nossa apresentação.Sem dúvida foi um momento muito especial para nós, tanto como músicos e artistas, como também como fãs da banda.


2-) Em termos de equipamento, o que anda usando ultimamente? Costuma variar muito de uma gravação para um show?

Uso bastante coisa, dependendo do som que vou fazer. Toco numa banda de pop/rock duas vezes por semana no mínimo aqui em Brasília.  Nela uso dois amplificadores: Um Mesa Boogie Mark V e um Orange Rocker 30. Com um A/B Box mando o som pra um ou pra outro. Para controlar as mudanças de canais dos amps e também para os efeitos uso um G-System da Tc Electronic. Este equipamento permite o uso combinado de pedais analógicos e uso basicamente Fulltones, MXRs e pedais da NIG. Os cabos são Santo Angelo, as guitarras Tagima MB-1 (meu modelo assinatura) e cordas 0.010 Elixir. Com o Almah e com o Khallice uso um full stack da Orange. A cabeça é um Thunderverb 200 e duas caixas 4 X 12, uma angulada e uma reta. Alguns pedais são adicionados ao loop de efeitos como delay e chorus. Dependendo da gig, tenho que optar por montar uma pedaleira, pois as vezes se torna inviável levar de avião todo este equipamento, mas em Brasília e nas redondezas, não abro mão do meu setup.


3-) Muito conhecido por ser proprietário e professor do Instituto GTR, como a tarefa de educador musical o ajudou no seu próprio desenvolvimento musical?

Acredito que ensinar é uma das melhores formas de aprender, obviamente, quando se leva a sério os processos tanto de aprendizado quanto de ensino. Primeiramente, o fato de ter que ter um certo domínio sobre o material a ser ensinado nos impõe a responsabilidade de estuda-lo com afinco premeditadamente. Além disso,  termos sempre contato com a matéria em sala de aula, faz com que uma grande variedade de assuntos estejam sempre frescos em nossa memória, ressalto ainda, o que pra mim é o lado mais mágico do ensino. As minhas aulas são dadas individualmente, para que eu possa assim personalizar cada aula às necessidades do aluno. Cada aluno, com suas limitações e faculdades entende e enxerga o mesmo assunto de uma maneira diferente. Essa pluralidade é simplesmente algo maravilhoso e nunca deixa de me surpreender. Não pretendo parar de ensinar nunca.
 

4-) Podemos ver claramente em seu modelo signature Tagima MB1 um 'mix' entre os modelos Stratocaster e Telecaster, qual foi a razão dessa fusão e quais os benefícios que ela trás em termos de sonoridade e tocabilidade?

Eu sempre achei a Telecaster uma guitarra linda e muito subvalorizada. Normalmente se fala em Stratos e Les Pauls mas a Tele muitas vezes fica em um segundo plano. Talvez pela minha grande admiração pelos guitarristas de Country e Funk sempre tive um carinho especial por este modelo. Tenho umas três ou quatro aqui e me sinto muito bem ao toca-las. Por outro lado, o meu estilo de fraseado sempre exigiu que eu usasse guitarras com uma ação baixa, 24 trastes, fácil acesso às últimas casas, Floyd Rose e uma boa variedade de timbres. Neste caso, as Stratos, assim como as guitarras modernas oriundas deste modelo sempre mataram a pau. Sem dúvida a MB-1 é um mix entre essas qualidades. O shape é de uma Tele, mas a configuração é de uma guitarra moderna. Desta forma chegamos à uma guitarra esteticamente muito bonita (em minha opinião), com um braço confortável e uma boa variedade de timbres. Sem dúvida, é uma guitarra excepcional.

 
5-) Analisando as bandas de hoje, e o fenômeno da Internet, o que você acha dessa avalanche de bandas que temos hoje em dia, e em quais termos a internet ajuda e atrapalha esses novos talentos?

Sem dúvida a internet modificou o mercado musical. Acho que sempre tivemos muitas bandas, mas agora com um clique podemos ter acesso a elas, o que é uma coisa muito boa e muito ruim. Boa pelo fato de ter de certa forma democratizado o mercado. O lado negativo é que em alguns casos as coisas são tão ruins, tão toscas que este acaba sendo o motivo pelo qual elas fazem sucesso. É um paradoxo mas acontece muito, principalmente na net.

6-) Conte um pouco sobre o seu início na música e quais foram suas primeiras bandas e influências?

Acho que meu início não se difere muito da maioria dos músicos. Comecei com aproximadamente 12 ou 13 anos motivado por amigos que queriam formar uma banda e pela explosão do Rock Brasil que na época estava em voga. Na sequência veio o Rock in Rio II que me apresentou uma série de bandas que eu passaria a acompanhar à partir de então. Com 16, 17 anos eu já tinha certeza do que queria para a minha vida, só não sabia direito ainda como faria. Como todos sabem, viver de música não é algo tão simples e eu, como primeiro e único músico de minha família, teria ainda que enfrentar o medo e o preconceito dos meus parentes também. Tive muitas bandas no começo de minha carreira. Encontrava semanalmente com os amigos para tocar músicas que nós gostávamos ou para compor mas acredito que o primeiro trabalho importante, em termos de banda, foi com o Khallice. A banda começou quando eu ainda tinha 18 anos mas demos início às composições alguns anos depois. Minhas influências como guitarrista foram inúmeras. Dependendo da época os mestres mudavam e até hoje adoro conhecer o trabalho de músicos ousados e inventivos. Para citar alguns posso citar Satriani, Malmsteen, Kotzen. Greg Howe, Steve Vai, Nuno e Frank Gambale.

7-) Vemos em suas músicas seja no Almah, Khallice ou em outros projetos, um técnica incrível e muito bem apurada de sua parte, Quais técnicas você costuma dar prioridade e quais são os pontos a serem ressaltados na hora de construir um bom solo?

Muito obrigado pelo elogio. Eu realmente procuro ver a técnica como um meio e não como o fim. O fim é fazer música boa, é tocar algo bonito ou instigante. Costumo pesquisar técnicas que me abram possibilidades sonoras, que me ajudem a expressar de maneira singular a minha música. Se soa bonito e diferente eu estudo...rs Além das técnicas tradicionais de guitarra, estou muito ligado há alguns anos a técnicas menos usuais como tapping (usando 3 dedos da mão direita), palhetada híbrida e hammers-from-nowhere. Quando construo um solo, jamais penso na técnica que será usada. Penso na melodia, no clima, nas notas, em tudo. A técnica para executa-lo vem por último. Tudo que é feito no sentido oposto disso na minha opinião não tem valor artístico, porque vem de fora pra dentro e sendo assim não pode ser considerado expressão. Adoro guitarristas técnicos e vou estudar técnica todos os dias pelo resto da minha vida mas com um pouco de atenção e bom senso fica fácil perceber quem está fazendo música e quem está mexendo os dedos rapidamente. É uma pena que tantos garotos estejam tão ligados à técnica pela técnica que acabam esquecendo qual a verdadeira função da música, dos músicos e dos artistas de maneira geral neste mundo.

8-)O que anda ouvindo e estudando ultimamente?

Ouço muita coisa e tento semanalmente mudar o meu playlist. Existe o material que ouço como entretenimento, como passatempo e o material que além de ser uma curtição é também material de pesquisa. Gosto de música trabalhada, intelectual, mas curto também um som mais direto. Tudo depende do clima que você está e do que você está fazendo naquele momento.  Tenho escutado bastante o Dirt do Alice in Chains, o Black Utopia do Derek Sherenian e o Sound Proof do Greg Howe. Não tenho estudado nada exatamente novo a não ser piano, que comecei a pegar aulas há alguns meses. Tenho composto bastante para os meus projetos e também tentado incorporar ao meu playing de forma mais natural alguns elementos que eu ainda preciso pensar para usar. Gosto quando a coisa fica tão natural que quando você vê já fez e isso às vezes leva tempo.


9-) Marcelo, agradecemos muito a sua presença aqui no Guitar Tech, gostaríamos que deixasse uma mensagem para os leitores, e para o pessoal que está dando seus primeiros passos no munido da música.

É um prazer poder dividir um pouco da minha história e experiência com vocês, não precisa agradecer. Quero agradecer às pessoas que curtem o meu trabalho pelo apoio e por todo o carinho, isto é algo realmente motivador. Para os músicos que estão iniciando tenho duas coisas a dizer: Nunca esqueça o motivo inicial que te fez querer ser músico. Aconteça o que acontecer mantenha-se sempre perto dele. Ele vai te servir como norte em futuras decisões que você precisará tomar. E a segunda: se você tem dúvida quanto a ser ou não ser músico mantenha a música como hobby e escolha outra carreira profissional. Quando é pra ser a gente tem certeza.

Abraços a todos!
 

1 de maio de 2010

+1


Mentiras no Divã foi o último livro que li. Na verdade já o terminei a algum tempo e estou agora lendo uma biografia do Hendrix, aproveitando o aniversário de 40 anos de sua morte.

Este é o terceiro livro do Dr. Irvin D. Yalom que leio e assim como os outros dois (Quando Nietzsche chorou e A cura de Schopenhauer) trata de uma trama sempre com doses interessantes psicanálise e filosofia. O livro é bom mas não tanto quanto os outros dois em minha opinião. De qualquer forma acho que fui com sede demais ao pote. Talvez a minha expectativa tenha tido uma certa influência na minha frustração... rs

A boa notícia é que como teremos alguns shows do Almah em junho, isso significa que terei horas de vôo e de estrada pra colocar a leitura em dia. Ganhei tantos livros bacanas de aniversário que tá difícil saber por onde começar...

Bom final de semana à todos!

27 de abril de 2010

Insônia

Destesto não conseguir dormir. Tão ruim quanto a "ressaca" do dia seguinte é o momento em que, insone, penso que não estou fazendo absolutamente nada de útil, tampouco descansando pra fazer algo de útil no dia seguinte. Parece uma lacuna no tempo que você não consegue recuperar.

Como já tinha tentado ler um pouco pra chamar o sono e o mesmo não me atendeu, resolvi compor e gravar alguma coisa. É bem simples e despretensioso e não sei o que vai virar, mas gostei do resultado.

Me digam o que acharam, ok?


26 de abril de 2010

Cool Things 43

Show do Kotzen em Goiânia, no Bolshoi, casa do meu amigo Rodrigo. Recepção nota dez. (Obrigado parceiro!) O show passou longe de ser o melhor dele que eu já vi. Em compensação, o espumante e as companhias foram excepcionais.

Em junho, Almah no Bolshoi e em Brasília também! Aguardem.

Bom demais!

24 de abril de 2010

Reflexões

Cada vez  mais estou certo de uma coisa: Se eu pudesse escolher uma qualidade, e apenas uma, para mim mesmo antes de nascer, ou para alguém querido, ao lado da saúde física que também é essencial, não seria beleza física, inteligência cognitiva, talento, força, nada disso. Seria uma mente boa e equilibrada.

A mente manda em tudo. Tudo que existe no mundo, existiu antes disso na cabeça de alguém e essa capacidade de criar e de mudar a percepção do mundo e das pessoas é uma arma poderosíssima. Tô cansado de ver pessoas talentosas, muitas vezes brilhantes mas completamente perdidas e infelizes por consequencia das escolhas feitas por suas mentes frágeis e instáveis. O tempo passa, e é possível, através da perspectiva obtida ver claramente resultados de escolhas feitas há algum tempo. Tenho N exemplos e todos os dias chovem novos na vida de quem está atento a isso. Há algumas semanas, fiquei feliz ao saber que uma querida amiga deu mais um grande passo em direção ao que ela almeja. A Karin Roepke estreou há algumas semanas numa nova minissérie da Rede Globo, além de continuar sua labuta no musical Hairspray. Quem já havia lido meu post feito há algum tempo sobre ela sabe que a conheço há um bom tempo e que o GTR fez parte do início de sua formação musical. Na época em que ela lá estudava, havia muita gente buscando o mesmo objetivo, cada uma com suas característas. Analisando as caracteríscas e as escolhas feitas por ela fica claro porque isso tudo está acontecendo. E fica claro também porque em alguns casos não acontece. Tudo se resume a ter uma boa cabeça. O resto é trabalho e dedicação.

Por acreditar plenamente nisso, desejo todos os dias para mim mesmo e todos meus amigos, não dinheiro, nem sucesso, nem grandes oportunidades, mas sim equilíbrio e a consciência de que nós construimos nossa realidade. Primeiro num mundo imaginativo, num mundo dos sonhos e depois, consequentemente, no mundo real. Por isso, mantenham o foco e sejam pacientes que o resto, pode levar um certo tempo, mas vem. E isso serve pra todas as áreas, do campo emocional ao profissional.

E é isso que desejo hoje à todos vocês!

Bom final de semana

20 de abril de 2010

19 de abril de 2010

Khallice AMANHÃ no Brasília outros 50 Anos.

Terça 20/04

Show com Khallice
NO BRASÍLIA OUTROS 50.


23:30 Horas
Na area externa da FUNARTE  (entre a Torre de TV e o Centro de Convenções).
entrada franca.
www.myspace.com/khallice

Essa será uma grande festa organizada por artistas da cidade por amor à Brasília, porque nós merecemos!

No aniversário da cidade, mais de 50 horas com muita arte, cultura e diversidade:
Cultura Popular + Musica + Cinema e Vídeo + Dança + Circo + Fotografia + Teatro + Artesanato + Poesia + Artes Visuais e muito mais!

Link da programação: http://www.brasiliaoutros50anos.com/fileManager/programacao.pdf

Blog do Brasília Outros 50: http://brasiliaoutros50.blogspot.com/

Nos vemos lá!

P.S (Pra ninguém ficar magoado) Obrigado à Hoanna e ao seu email de divulgação, que me permitiu, com pequenas alterações,  copiar e colar esta mensagem. ;)

16 de abril de 2010

14 de abril de 2010

Eu recomendo!


Octeto de Guitarras GTR neste Sábado, no Sesc 
O Octeto de Guitarras GTR se apresentará neste Sábado, às 20:30, no auditório do Sesc (504 sul). Ingressos: 20 e 10 reais (inteira e meia). Livre para qualquer idade. 
Composto por alunos do GTR, o Octeto é um projeto do professor e guitarrista Rodrigo Karashima, que além de tocar, escreve os arranjos e dirige o grupo.

O repertório envolve vários estilos, de Beatles a Beethoven, passando
por trilhas sonoras, clássicos do rock e chorinho. O elemento de coesão dessa diversidade é a guitarra e suas possibilidades melódicas, harmônicas, rítmicas e
tímbricas. Assim, as apresentações unem diversão e seriedade,
agradando tanto os amantes da guitarra como o público em geral.


Contamos com a presença de vocês!


13 de abril de 2010

GRAVAÇÃO DVD GUITARRAS DO CERRADO interpretam JIMI HENDRIX


GRAVAÇÃO DVD GUITARRAS DO CERRADO interpretam JIMI HENDRIX 
Local: UK BRASIL PUB
Data: 21 de abril de 2010 | Aniversário de Brasília
Hr: 20 horas 
KIKO PÉRES | HAROLDINHO MATTOS | MARCELO BARBOSA | CELSO SALIM | ALBERTO SALES | DILLO DARAÚJO| DOCA| TONINHO MAIA e MAURÍCIO LAVENÉRE em única apresentação 
“ CULTIVE A SUA TERRA e SERÁS UNIVERSAL” Maquiavel          
 
 


Mais detalhes em breve!
 
Free counter and web stats